Letra da Música

Minha terra querida
Ò minha terra querida
Doce chão onde nasci
É razão da minha vida
Por isso canto pra ti
A minha velha mãezinha
Está residindo ai
E eu ando por outros pagos
Mas nunca esqueço os afagos
Do meu berço de guri

É muito grande a vontade
De rever o meu rincão
Sinto à simplicidade
Do meu glorioso torrão
Vou amenizando a saudade
No braço do violão
Eu quis ser cantor de fama
Mas o interior me chama
Com a minha recordação

Voltarei um dia destes
Ao meio da natureza
Não tem lugar como estes
Meu recanto é só beleza
O ar daqueles campestres
É alegria e não tristeza
Se vive com mais saúde
Lá é outra virtude
Eu disso tenho certeza

Lá é outra inspiração
Componho temas reais
Rimas da imaginação
Cantar livre é bom demais
Solto fora do alçapão
Os pássaros nos laranjais
Cantamos no amanhecer
Saudando este bom viver
Com dom e destino iguais