Letra da Música

Deitei junto com ela
numa cama de capim
o céu foi testemunha 
que ela se entregou pra mim

a lua nos olhava 
chegou mesmo a nos tocar
sentindo o cheiro dela
só um deus pra não pecar

meu corpo transpirava
de repente era manhã
dois corpos tão ardentes
com frescor de hortelã

a brisa que passava 
se fazia de lençol
fiquei fisgado nela 
como um peixe num anzol

[REFRAO] 2x
se o tempo pudesse parar era só eu e ela
o sol era uma janela aberta pro paraíso
meus sonhos seriam pra sempre a realidade
o encontro da felicidade que eu tanto preciso

meu corpo transpirava
de repente era manhã
dois corpos tão ardentes
com frescor de hortelã

a brisa que passava 
se fazia de lençol
fiquei fisgado nela 
como um peixe num anzol

[REFRAO] 2x