Letra da Música

Em uma vida bagunçada e um terno mal vestido
Palavras são os erros senão tiradas de um livro
Só me dizer, que não somos iguais
Um resto de um vinho, um cigarro mal fumado
Palavras absurdas
Por favor me empreste um carro
Pra poder sair, pra outro lugar

E eu não sei não, se sou tão normal
Longe de tudo não somos ninguém
Nada restou, só as canções
Que lhe trazem você aqui

E os erros são detalhes de um destino mal contado
De noite ou de dia você sempre do meu lado
Só pra me convencer de coisas tão banais
Os dias passam rápidos, mas nós não somos mais os mesmos
Estamos sempre mudando nossos próprios conceitos de viver 
Com que a gente tem

E eu não sei não, se sou tão normal
Longe de tudo não somos ninguém
Nada restou, só as canções
Que lhe trazem você aqui

E eu não preciso voltar
Mas que você me leve aquele lugar
Os dias passam pra mim e pra você, eu sei
Mas às vezes os erros são acertos também